Henry David Thoreau

Henry David Thoreau nasceu em Concord, no Estado de Massachusetts, em 12 de julho de 1817. O avô era um comerciante bem-sucedido e o pai um pencil-maker. Sua mãe impulsionou-o a estudar, matriculando-o em um colégio preparatório, cinco anos antes de ele ir para Harvard.

Durante sua vida, Thoreau publicou somente dois livros: Walden (1854) e A week on the Concord and Merrimack Rivers (1849). A péssima venda destes livros só confirmou o que todos que o conheciam achavam dele: excêntrico e rebelde. Contudo, suas contribuições vão além desses livros. Publicou muitos ensaios, artigos e alguns poemas.

Após Harvard, volta a Concord e se encontra com Emerson. Neste momento, dirigia uma escola particular. Rapidamente, Thoreau absorve os ideais transcendentalistas de Emerson e seu clube, tornando-se membro deste. O escritor em questão passa a morar com Emerson e sua estadia é paga através da prestação de serviços. Interessante dizer que a diferença entre esses dois grandes pensadores é que Thoreau levou para a sua existência a concretização de suas idéias. Viveu seus desejos, os que ele acreditava valerem a pena.

Em 1844, Emerson comprou um terreno em Walden Pond e permitiu que Thoreau construísse uma cabana para morar. Ele foi com o intuito de viver uma vida simples e imaterial, mas acabou preso por se recusar a pagar impostos. Sua estadia na prisão durou apenas uma noite, porém, serviu de inspiração para o seu mais famoso ensaio: Civil Disobedience. Usou-o como princípio para a vida, em protesto à Mexican War e à escravidão. Para o autor, a lei nem sempre era justa; o homem deveria seguir a própria consciência. Após o episódio da prisão, passou a escrever para o jornal do clube transcendentalista, chamado The Dial.

A obra de Thoreau foi desprezada por, pelo menos, meio século após sua morte, entretanto, foi resgatada no começo do século XX. A visão negativa que muitos tinham em torno de Thoreau começou a dar espaço ao poder que ele tinha com as palavras e à relevância de suas idéias. Inspirou movimentos ecológicos e hippies, pois primava pela simplificação da vida. Tinha como objetivo celebrar a natureza, purgar o supérfluo e escapar dos mecanismos de uma sociedade de consumo. Enquanto uns prosperavam junto com os EUA, Thoreau permaneceu pobre, pois se opunha a tudo o que não considerava essencial para sua sobrevivência.

Em seu estudo da natureza, Thoreau apoiou-se em trabalhos científicos de botânicos e zoologistas. Porém, acreditava que nenhum estudo científico era o bastante para ser capaz de aproximar o homem da natureza e apelava para que o homem não a julgasse com pré-conceitos, pois nem tudo o que aparenta algo realmente o é. Assim como ele buscava na Natureza uma forma de atingir um estado de cultura, Thoreau praticava o individualismo a fim de formar uma sociedade melhor.

A causa de Thoreau foi a consciência, não o estado mental, mas aquela ligada à ética. Por isso, abominava qualquer tipo de organização humana. Segundo ele, o singular, quando se torna coletivo, destrói a ética. Todo esse pensamento era uma crítica à Revolução Industrial e à sociedade que surgiu com ela. De alguma forma, todo o aparato dessa revolução vai tentar anestesiar essa consciência.

Em suma, Henry David Thoreau foi um homem complexo e de muitos talentos que fez de sua vida uma experiência para as suas teorias acerca do homem, da natureza e da sociedade. Apesar de, em um primeiro momento, acharmos que ele foi simplesmente rebelde, conhecendo-o mais a fundo, podemos perceber que ele era muito coerente no que dizia. Lutou para que o homem celebrasse a natureza, para que não perdesse a sua singularidade e não se entregasse àquela sociedade de consumo que nasceu com a Revolução Industrial.

0 Responses to “Henry David Thoreau”



  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s





%d bloggers like this: